Tomie Ohtake

Mostra de Tomie Ohtake, na Paulo Darzé, em Salvador

No ano de comemoração dos 100 anos de vida de Tomie Ohtake, a Paulo Darzé Galeria de Arte inaugura no dia 8 de novembro uma exposição dos trabalhos mais recentes da artista. Com uma obra de trajetória íntegra e integral, entre a tradição e a experiência visual do homem moderno, no dizer de Paulo Herkenhoff, “Tomie, em suas telas, parece buscar em nosso olhar um haicai perdido”. A mostra permanece na capital baiana até 7 de dezembro.

Nascida no Japão, em Kyoto, em 1913, a artista chegou ao Brasil, em São Paulo, aos vinte e três anos. Iniciou seus estudos de pintura em 1952, com o artista plástico japonês Keisuke Sugano. Em 1953, integrou o Grupo Seibi junto a Flávio-Shiró, Kaminagai, Manabu Mabe e Tikashi Fukushima. Foi no Museu de Arte Moderna de São Paulo, em 1957, sua primeira individual. A partir de 1969, Tomie passou a trabalhar com serigrafia e, mais tarde, com litografias e gravuras em metal.

Mais

Paulo Darzé Galeria de Arte
Rua Dr.Chrysippo Aguiar, 8, Corredor da Vitória
Salvador – Bahia
(71)-3267-0930

31ª Bienal de São Paulo

31ª Bienal em versículos

Com obras relacionadas a política e principalmente a religião, a 31ª Bienal de São Paulo conseguiu desenvolver bem o tema “Como Falar de Coisas que Não Existem”. Mesmo aqueles que foram a bienal de forma mais despretensiosa, tomaram facilmente o discurso.

+

Alex Katz, Whitney Museum e High Line

Parceria do Whitney Museum of Art com o parque The High Line oferece exposição artística do pintor Alex Katz

Para celebrar a mudança do Whitney Museum of American Art’s para o prédio projetado por Renzo Piano em Meatpacking District, o museu fez uma parceria com o parque The High Line e com a T.F. Comerstone para divulgar uma série de instalações artísticas durante os próximos cinco anos. O primeiro artista a expor seu trabalho no local será o pintor Alex Katz.

+

31ª Bienal

31ª Bienal começa neste final de semana

“Como falar de coisas que não existem” é o tema da 31ª Bienal de São Paulo que começa a partir do dia 6 de setembro e vai até o dia 7 de dezembro no pavilhão do Parque Ibirapuera, em São Paulo. O tema deste ano pretende indagar um dilema contemporâneo: como viver em um mundo em transformação permanente, onde as velhas formas – de trabalho, de comportamento, de arte – já não cabem e as novas formas ainda não estão claramente delineadas?

+

NeSpoon

Artista polonesa cria arte de rua com crochê

A artista baseada na Varsóvia, NeSpoon usa padrões feitos a partir de desenhos em crochê para criar sua marca na arte de rua. O trabalho delicado da polonesa pode ser visto em cerâmicas, pinturas, stencils e vários espaços públicos.

+

Salão de Arte 2014

Começa o 21ª Salão de Arte

A 21ª edição do Salão de Arte começa nesta quarta-feira (20), com a abertura beneficente no Clube A Hebraica, em São Paulo. O evento é um dos mais tradicionais do país, com antiquários, designers de joias, galerias de arte e artistas plásticos independentes, organizado por Vera Chaccur Chadad.

+

Ricardo Castro

Visita a Ricardo Càstro

Não são tantos os artistas que personificam suas obras. Que seu modo de agir, de se vestir traduzem seu trabalho. Ricardo Càstro é um deles. Bastam cinco minutos na presença do artista para entender o enredo de sua obra.

+

Renata de Bonis

A natureza de Renata de Bonis

O atelier de Renata de Bonis parece, como ela mesma coloca, um museu particular de história natural. Pinturas em papel na parede mostram paisagens inóspitas feitas de óleo e cera, todas em uma palheta opaca e rebaixada.A natureza é o tema principal e através dos trabalhos sentimos o poder e a sua grandiosidade. Conheça mais sobre essa artista!

+

William Kentridge

William Kentridge: artista de muitas linguagens

William Kentridge nascido em 1955, na África do Sul, é um artista extremamente versátil cujo trabalho combina a política com a poética. Conheça esse famoso artista que veio para o Brasil ano passado e fascina não só por seus desenhos, mas muito por suas animações em vídeo.

+

Daniel Arsham

Daniel Arsham: arquiteto das artes plásticas

Os acontecimentos de nossas é um dos fatores que vão ajudar a formar nossa identidade e dar pistas para a busca do quem somos. Quando criança o multiartista Daniel Arsham, teve sua casa destruída por um furacão que varreu a Flórida. No fim do ano passado, em uma exposição na Filadélfia, ele apresentou parte de suas memórias que ainda remontam esse acontecimento da infância.

+